Freelas

26 de junho de 2012:2012-06-21_23-18-53_510

Os benefícios e prazeres dos exercícios na vida do idoso

Matéria para revista da campanha “Correndo para Aquecer”

Atividades físicas mostram que além de beneficiar o corpo e a mente também podem ser prazerosas na vida dos idosos

Maria Paula Vieira

Aproveitar o máximo da vida é o que todos queremos, não é? A atividade física é uma das práticas que podem nos auxiliar neste objetivo. E quando esse treino se segue por toda a vida podemos garantir que ela seja muito mais longa e prazerosa.

Em qualquer idade o exercício físico contribui para uma melhor qualidade de vida, ajudando na saúde e liberação de substâncias químicas, como a endorfina, que regulam o humor e dão sensação de bem estar.

Os benefícios das atividades físicas valem tanto para os idosos quanto para os jovens, pois ajuda a manter uma vida longe dos perigos do sedentarismo. Mas com o amadurecimento ocorre a diminuição funcional natural que acontece com   o passar dos anos, a falta de exercício ocasiona a perda de massa muscular, nos deixando com menor agilidade, há também uma redução da capacidade cardiovascular, da força e flexibilidade.

Conforme envelhecemos, vemos as atividades físicas como uma maior obrigação devido a esses problemas de saúde. Porém esta prática está deixando de ser algo visto como obrigatório, mostrando que também é algo que traz muito prazer ao nosso corpo e mente.

“Sinto minha mente sendo “reciclada” enquanto pedalo, observo coisas que talvez não fossem percebidas por mim em outro momento e trago informações novas para minha cabeça.”, contou o aposentado João Chaves da Silva, 78 anos, que anda de bicicleta desde os 25.  João ainda garante que fazer um esporte que nos dá prazer, é uma ótima maneira de se trazer benefícios para nossa saúde.

Dona Leila Ruivo Palmer também é adepta deste pensamento. Desde criança ela busca estar sempre em movimento, já praticou vários esportes, entre eles natação e yoga. “Isso é tudo pra mim, não sei ficar sem fazer uma atividade. É algo que me ocupa, me renova. Estou com 87 anos e não me troco por treze meninas de 25!”, conta rindo.

O contrário acontece com a avó de Paulo Pires e ele nota a falta que isso faz no dia a dia dela: “Eu gostaria que minha avó fizesse dança ou algo do tipo, mas ela só faz tricô e bordado. Pelas dificuldades que ela já passou em questão de saúde, acredito que qualquer atividade que ela faça, seja uma boa oportunidade dela se livrar da rotina, se distrair, conhecer gente nova, sem contar que ajudaria para que ela se revigorasse, fisicamente e psicologicamente.”

Mantendo um ritmo de exercícios, se mantém também a autonomia e o aumento da autoestima, além do prazer da socialização. A fisioterapeuta, Mariana Schamas completa que “a vida social do idoso é mais limitada, por isso com uma atividade, principalmente em grupo, é algo motivante para a mente e o corpo dele.”

 
 
14 de novembro de 2012:
 
 

Teleton bate meta e mostra que é realmente uma maratona de solidariedade

Realizado para o blog Inclusão&Cia, além disso também foi feita cobertura de evento e produção

Maria Paula Vieira

 

O Teleton ocorreu nos dias 09 e 10 desse mês pelo seu 15º ano consecutivo, com o objetivo de arrecadar doações para a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente). A meta desse ano era coletar R$25 milhões, mas ela foi amplamente superada e ao final do evento já eram contabilizados R$30 milhões. A questão chave era se doar, esquecendo um pouco de nós mesmos.

Promovido todos os anos pelo SBT, este ano o Teleton obteve recorde de audiência desde 1997, atingindo média de mais de 10 pontos. O evento é realmente uma maratona de solidariedade para ajudar as crianças com deficiência e manter as unidades da AACD. Tanto no palco, bastidores, quanto no lounge da imprensa, se sente a emoção de poder colaborar e ver os deficientes físicos sendo incluídos na sociedade – inclusive, sendo campeões paraolímpicos

A cobertura realizada é uma das mais importantes para trazer benefícios para a instituição que ajuda milhares de crianças. “Ela é essencial para o trabalho da AACD, sem ela o país não sabe o que acontece, qual o trabalho, quantas vidas são transformadas.”, comentou Raquel Sherazade, jornalista do SBT.

No dia 10, tivemos a oportunidade de conversar com os artistas Luiz Ricardo, Lívia Andrade, Chitãozinho (da dupla Chitãozinho & Xororó), Tiago Abravanel e a jornalista Nadja Haddad. Todos reafirmaram a importância disto e ainda disseram que o maior aprendizado é o pessoal, pois nos mostra como nossos problemas são banais tendo em vista essas crianças.

Lívia Andrade completou dizendo que com esse evento acabamos notando coisas que não reparamos no dia a dia. “Na correria acabamos não prestando atenção no próximo e que você poderia estar naquele lugar. Então, é importante estar junto nesse momento, participando de um crescimento de algo que um dia você ou alguém querido possa precisar.”, afirmou ela.

 

 

Agosto de 2012 e junho de 2013:

1393737_627573913947713_1142955625_n

10405268_678681175534358_568369088976137098_n Fotos: Reprodução/Facebook

 Releases feitos para o lançamento musical dos rappers, também realizei assessoria para a produtora musical deles

Dando início à carreira de MC, o rapper Impuro lança seu primeiro EP

Pedro Ivo Toledo do Nascimento, 25, nascido e criado em Jundiaí, está lançando seu primeiro EP, Vol. I. Com influências do rap contemporâneo norte-americano, de artistas que vão de Kanye West, Rick Ross a Tyler the Creator e A$ap Rocky.

O EP conta com dez faixas com vozes gravadas no Bimini Studio por Bruno dos Reis e Bruno Fornazza, mixagens no Studio Feito Sonoro e a masterização no Vibe Studio, por Bruno dos Reis. As batidas são fortes e as letras falam de modo explícito sobre assuntos pessoais e introspectivos. Cantando e falando do rap com maestria, Impuro mostra sua força e responde aos debates do mundo se comunicando com o máximo de pessoas, dentro e fora do rap.

O nome Impuro vem da ideia de que seu rap não é purista e não segue as supostas regras impostas pelo gênero. Soando de forma única, sentindo a emoção e a intenção de cada faixa, Impuro faz uma mistura de todas as suas influências e vivências, refletindo tudo isso em seu trabalho. “Busco levar ao público entretenimento e reflexão. Não tenho a intenção de usar minhas letras como forma de mudar algo, mas sim de dar outra opinião para as coisas que as pessoas têm como verdade absoluta, isso gera reflexão e o sentimento varia em cada música. Eu escrevo as letras por necessidade, amor, e é claro, prazer”, comenta o rapper.

O contato de Impuro com o rap começou na escola, aos 16 anos. Para alguns tarde, mas para ele o suficiente, pois teve tempo para estudar todas as vertentes desse estilo musical e formar a identidade das músicas que estão neste primeiro disco. Em 2009, ano em que começou a produzir seus beats e rimas, o oitavo beat produzido por ele foi selecionado para entrar em um disco virtual do MC Max B.O chamado “B.O Rock”, ainda não lançado.

Em 2011, ele teve a oportunidade de fazer uma mixtape para a rádio Metanol, comandada por Akin, um MC, DJ e produtor da cena de São Paulo, convidado por ele mesmo através do sound cloud, usando o nome Belthar, tirado do livro de Arnaldo Baptista, “Rebelde Entre os Rebeldes”.

Ainda em 2011, produziu um EP inteiro de um MC que usa o nome de Sopro Inverso, intitulado de “Sódio Primeiro”, algumas faixas para o amigo de Crew e MC Felipe Keels, uma parceria com um MC do Sul Zud Zilla e duas faixas com um artista da cena punk, chamado Carlos Dias (Againe, Albertinho dos Reys, Polara), nada lançado ainda.

Essas experiências deram força para Impuro seguir em frente e entrar na cena do rap com seu próprio EP.

 

 

Rapper Felipe Keels entra em cena com o EP “Viver”

Brincando com diversos ritmos e temas, o disco é embalado com uma grande vontade de reunir pessoas diferentes e levar informação
           

Produtor musical, criação, mixagem e agora seguindo carreira solo como rapper. Felipe Ramos da Costa, 22 anos, mais conhecido como Felipe Keels , está há 10 anos na caminhada e seu EP “Viver” vem entrando na cena musical com diversidade rítmica, o bem, o mal e a vida.

Influenciado pelo estilo de Kanye West e Ryan Leslie, no início de 2010, veio a inspiração para o disco. Contando com 11 faixas, as músicas trazem histórias, detalhes que fazem viajar e entrar na batida e na melodia das letras, além de assuntos pessoais. “Tetris”, “O dia vai ser bom” e “ainda lembro” fazem parte dessa nova fase de Felipe Keels e mostra a variedade do artista.

A essência da proposta é fazer da música informação e misturar tudo para unir pessoas que se identifiquem com suas ideias. “Para debater e chegarmos a um denominador comum, porque sempre temos algo a aprender, focando na simples arte de viver e ser o melhor que nós podemos ser”, concluiu Keels.

Vindo de Itu, no interior de São Paulo, quando criança o rapper observava os adultos improvisando algumas rimas e foi com esse olhar de menino que fez disso terapia. Então, com 10 anos de idade entrou para o rap gospel e o que era diversão virou estudo e motivação.

Anos mais tarde, seguiu para o grupo de rap “Aliança Verbal” onde ficou por 5 anos. Lançou um disco onde teve 3 produções exclusivas e escreveu todas as músicas, algumas em parcerias e ainda foi produtor executivo.

Ao cursar produção musical, Keels se tornou um dos colabores do selo Reclivre. Mas, “depois que terminei a faculdade, me vi formado, sem um emprego fixo e me lembrei que nunca quis isso. Precisava de mais”, contou o rapper. Chegou o momento de bater asas sozinho e fazer sua carreira solo, se aprofundando mais na música e se desprendendo de nomenclaturas e vertentes.

A parte técnica desse EP, mixagem, masterização e as produções serão por conta do próprio Keels, de Chiocki e DJ Duh, as gravações serão feitas no Studio Reclivre.

Como produtor, comercializa seus instrumentais e idealiza um disco só com produções próprias e alguns mc’s que ira convidar.

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s